Bon Jovi e Boas Festas!

Este artigo foi escrito em 20 dez 2013

Hoje eu estava ouvindo o rádio no carro e começou tocar uma música que logo reconheci, embora não conseguisse lembrar nem o nome do cantor nem da música, por causa da minha memória fraca. Logo mais o locutor do programa sanaria minha dúvida, anunciando “Always” de Bon Jovi.

Eu gosto dessa música. Além de ter uma sonoridade que nos embala com facilidade, a letra dela é muito bonita. (E sim, eu sou mega careta. :D)

And I will love you, baby
Always
And I’ll be there, forever and a day
Always

Ao ouvir esse refrão, lembrei-me imediatamente da minha mulher e o quanto eu a amo. E quando Bon Jovi canta:

If you told me to cry for you, I could
If you told me to die for you, I would

Meu coração apertou, pois hoje essas palavras fazem sentido para mim. Quando somos crianças, “Morrer por alguém.” é apenas um clichê (e ainda nem sabíamos o que era clichê!) que víamos em filmes, livros e quadrinhos. Parecia ser algo ‘heróico’, ‘honroso’ e era o sacrifício final que um herói poderia realizar em sua vida. Na nossa inocência e ingenuidade, esse ato não tinha ligação com a vida real. “Morrer por alguém.” era uma manobra de roteiro para tornar a história interessante, uma ação ficcional, sem peso algum.

Hoje, eu estou mais velho (não muito velho… ainda), não sou mais tão ingênuo e inocente, e tive a triste, porém inevitável, experiência de assistir a morte de alguns dos meus entes queridos ao longo desses anos. E dentro de mim, lá no fundo, eu nutro essa vontade, esse desejo impossível, de pagar qualquer preço para passar mais algum tempo, por mais curto que seja, com essas pessoas que já se foram.

Por isso, agora eu tenho consciência do quanto a vida é valiosa. E a entregaria de bom grado para proteger a minha mulher e meus futuros filhos. É claro que torço para que o destino não reserve para mim uma situação tão radical que isso realmente venha a ser necessário. :)

Mas e você? Você tem alguém por quem daria a sua vida? Amigos, familiares, companheiros… Você cuida bem dessa pessoa? Com que frequência você mostra o seu apreço por ela? Pense comigo: se você está disposto a ir tão longe por ela… pequenas ações como abraçar e dizer o quanto ela é importante para você deveria ser trivial. Ou não?

Algumas pessoas têm facilidade para expressar o que sentem. Outras não. Seja por serem tímidas ou por ficarem sem jeito de dizer palavras de carinho. Para essas pessoas, eu dou a dica: aproveitem o espírito festivo de fim de ano e o use como pretexto para demonstrar seus sentimentos. Não vivemos para sempre, como já tive a tristeza de testemunhar. E até que eu comprove por mim mesmo, vivemos só uma vez. Então não deixe para depois. Aproveite as festas de final de ano para dizer às pessoas que você preza o quanto você as ama. Afinal, isso deveria ser fichinha se você está disposto a morrer por alguém.

Um 2014 repleto de paz e com você cercado pelas pessoas que lhe querem o bem. Esses são os meus votos para todos que estão lendo estes meus pensamentos.

Boas festas a todos!

Qual é a sua opinião a respeito do post?