Como se tornar um desenhista bem sucedido. Parte 2

Comecei esta série de artigos semana  passada com o intuito de tirar as dúvidas frequentes dos aspirantes a desenhistas, contanto um pouco das minhas experiências pessoais. O artigo anterior tratou da primeira etapa para ganhar dinheiro desenhando: a escolha do tipo de serviço que você oferecerá aos seus futuros clientes. (E de quebra, expliquei porque você não deve concentrar todos os seus recursos e esforços em procurar uma editora para publicar uma história em quadrinhos de sua autoria – pelo menos por enquanto).

No fim do artigo, ficou a lição de casa: abrir a mente e eleger algumas possíveis atividades que você pode exercer com a sua habilidade técnica atual.

Parte 2 – Como vender os seus serviços.

O segundo artigo desta série tratará da montagem do seu portifólio e explicará como abordar o seu futuro cliente.

Antes de tudo: mantenha o foco, tenha coerência na hora de montar o portifólio. Se você decidiu que irá trabalhar oferecendo seus serviços como caricaturista, escolha caricaturas para colocar na sua pasta – deixe de lado páginas de quadrinhos, por exemplo. Se você está interessado em trabalhar como ilustrador em agências de publicidade, você precisa mostrar que tem um traço versátil (mais sobre este assunto adiante): escolha trabalhos variados tanto na forma de execução como no tema abortado, como um mascote infantil produzido em vetor e um cenário pintado com aquarela, por exemplo. Saber o que o cliente está precisando e montar um portifólio com trabalhos relevantes é o primeiro passo para vender os seus serviços.

Pois bem. Separou os trabalhos que rechearão a sua pasta? Então agora é a hora de peneirar mais um pouco e separar os melhores desenhos. Só a nata. “Mas por quê?” você pergunta “Quanto mais trabalho eu mostrar, não será melhor?” . Não, não será. Essa atitude entra em contradição direta com o objetivo de manter o foco na hora de montar o portifólio. A intenção é mostrar ao cliente tudo o que você sabe fazer de melhor no menor espaço de tempo possível. E qual é o motivo para isso? É porque na maior parte das vezes o seu cliente em potencial não terá muito tempo disponível para avaliar o seu portifólio. Vou te contar uma história. No meu estúdio, vez ou outra eu recebo portifólios enormes para serem avaliados onde o ilustrador coloca na pasta todos os desenhos que produziu até o momento. Tem desde aquele desenho de quando ele começou copiando outros artistas até aqueles que ele produziu faz tempo, numa época em que não tinha muita técnica e que precisa se justificar dizendo: “Tá meio torto, mas hoje eu desenho melhor!” Sabe o que faço? Primeiro eu explico para ele tudo o que você leu até aqui. XD Depois eu peço para o ilustrador me apontar os 3 trabalhos que ele considera os melhores dentro da pasta e faço a avaliação a partir daí.

Eu ajo assim porque eu também já fui um aspirante a desenhista. Eu sei como é dar os primeiros passos sem ninguém para guiar. E reconheço que fiz muitas tosquices e dei muita bola fora na minha trajetória profissional. (rs) Mas os seus clientes em potencial podem não ser tão condescendentes assim. Eles podem olhar para o seu portifólio, se cansar e ficar apenas com a sensação de tempo perdido – o que é bom para você… NOOOT!!! Por isso é importante manter o seu portifólio sempre enxuto e atualizá-lo constantemente. (Assim que você produzir um trabalho que considera ter qualidade maior do que outro que está no portifólio, troque-os de lugar!)

Agora que você sabe da importância em ter não apenas um portifólio, mas sim O portifólio, vamos efetivamente montá-lo. Vamos imaginar que você escolheu 10 ilustrações para figurar na sua pasta. Escolha a melhor delas e coloque em primeiro lugar. O restante você deve colocar em ordem crescente de qualidade. Feito isso, a pessoa que folhear o seu portifólio logo de cara encontrará a sua melhor criação (e se neste momento você ganhar a atenção dela, ficará mais fácil você vender os seus serviços) e poderá acompanhar o restante dos seus trabalhos com mais interesse.

Outros detalhes são levados em conta na hora do cliente decidir se irá fechar algum projeto com você. São coisas que se referem mais ao bom senso do que dicas específicas para a carreira de desenhista, como por exemplo, ser pontual (o seu cliente pode ter reservado um horário para você no meio de uma agenda conturbada, portanto, não se atrase! E se o atraso for inevitável, ligue para ele e avise. SEMPRE!!!!), ter postura (seja educado e cordial com o seu cliente.) e vestir-se de acordo (não estou dizendo que você precisa estar de trajes sociais, mas ir para uma reunião de chinelo e bermudão não causará uma boa impressão, concorda?).

Uma coisa importante que você precisa ter em mente é que com certeza levará muitos NÃOS durante esta etapa. Eu sei que você ficará desanimado. Ninguém gosta de ser rejeitado, não é mesmo? Mas não desista. Avisei que não seria brincadeira. Se for preciso, volte para a etapa anterior e veja se a sua habilidade técnica está num nível suficiente para conquistar os clientes que você está visitando no momento. Dê uma boa olhada no seu portifólio e o atualize, se achar necessário. Depois, coloque-o de volta embaixo do braço e vá visitar novos clientes!

Bom, agora que encerramos o assunto do portifólio, vamos comentar um pouco sobre o tal traço versátil que foi abordado no começo. O que é ter um traço versátil? É saber desenhar de TUDO! … Bem… você pode não saber desenhar de tudo, mas precisa ter disposição e mente aberta para desenhar em qualquer estilo que o cliente precisar. A lógica por trás disso é simples: quanto mais estilos você conseguir desenhar (cartoon, realista, comic ou mangá), maior será a chance do seu traço ser adequado para o trabalho do cliente. Portanto, se você é bitolado em algum estilo, está na hora de deixar de lado os preconceitos contra outros traços e começar a praticá-los!

Com isso, chego ao final de mais um artigo. A esta altura, você já escolheu onde quer atuar, montou um portifólio e foi vender o seu serviço. “Fabrízio, consegui fechar um projeto! E agora??? O que eu faço???” Éeeee rapaz… agora não tem mais volta! Você está na próxima etapa, que é o assunto que abordarei semana que vem: As qualidades exigidas de um bom ilustrador.

Até lá!

Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4

Compartilhe:

Relacionado

13 thoughts on “Como se tornar um desenhista bem sucedido. Parte 2”

  1. joilda firmino da silva

    Ola fabrizio adorei leer aqui suas dicas ,tenho um mulek de16 anos q e aficcionado nese tal mangá ja estou preocupada pq é o que ele qer para seu futuro i tenho medo mas ja estou conciente de que ele nao quer masmo saber de pensar en otra profissao mas me preocupa me entende sou sua mae, i como toda mae gostaria q seu filho escolhesse por ex direito professor etc:por favor me entenda é que ja estou a beira de um ataque pq ele esta repetindo de serié pq já
    nen fas os seus compromissos escolares i le esta prejudicando pq le digo q se ele nao termina pelomenos o basico q se torna ainda mas dificil seu futuro como desenhista sabe fabrizio mas aqui onde vivemos nao ten um curso a esenivel i nao sei mas oq faser mas esa idéia de ser desenhista isso e desde os cinco anos nunca mudou sua idéia hoje já sei que eo que ele quer entao acabei absorvendo i le respeitando i tentando le ajudar mas como faso para que el possa faser esse estudo pode vc me ajudar vivemos em Macae Rio de Janeiro …..MUe muito Obrigado mae desesperada

    1. fabrizioyamai

      Olá Joilda. Obrigado pela visita!

      Bom, se o seu filho quer seguir mesmo a carreira como desenhista, não há problema em apoiá-lo, mas como eu deixei claro no primeiro artigo da série, os estudos SEMPRE devem vir em primeiro lugar. Como comentei com o leitor Gabriel nos comentários daquele artigo, existem também cursos superiores em que o seu filho poderá utilizar a arte como uma ferramenta de trabalho.

      Converse com o seu filho e tente fazê-lo entender a importância de concluir os estudos. Ganhar a vida como desenhista é uma tarefa árdua e são poucos os que conseguem fazê-lo sem ter uma formação.

  2. Gabriel C. Pieri

    Oi Fabrizio, estou aqui acompanhando novamente e trago uma pergunta.
    Um ilustrador sempre que for vender seu trabalho deve semprer ir no vai ou racha entrando em uma empresa (sabe, aquela situação em que você não sabe se o cara precisa de você, mas você quer ver se ele te aceita) ou tme algum lugar recomendado para procurar pessoas que necessitam de um ilustrador.

    1. fabrizioyamai

      Olá Gabriel!

      É sempre uma boa idéia você conseguir um contato do seu cliente, como o e-mail ou telefone e agendar a visita. Apresente-se como um ilustrador e descreva os serviços que oferece. Evite fazer visitas de supetão. O cliente em potencial pode não ter um horário para te atender no momento.

      Algumas oportunidades surgem nas redes sociais. No orkut existe uma comunidade chamada ‘Quero ganhar $$$ ilustrando’ onde vez ou outra um interessado em contratar os serviços de um desenhista abre um tópico pedindo portifólios. Citei apenas um exemplo, mas tenho certeza de que você achará outras comunidades com propósito similar no próprio orkut e em outras redes.

      Sucesso!

  3. Lenna

    Olá Fabrízio! Ótimo post, obrigada por ele!

    Fabrízio, tenho procurado por dicas de cartunistas de como conseguir trabalhar profissionalmente com desenho pelo meu namorado. Ele é cientista da computação, mas gosta mesmo é de desenhar, é o que ele deseja como profissão, tanto que todos os dias depois do trabalho ele estuda e treina seus desenhos por ainda não se sentir “apto” pra procurar trabalho no ramo que ele deseja (eu não entendo muito, mas acho mesmo que ele é muito auto-crítico). Ele é muito disciplinado pra estudos, e o faz pra conseguir ir diretamente para o ramo dos quadrinhos. Eu me preocupo, será que mesmo ele tendo as técnicas e sendo um bom desenhista da área ele consegue vaga não trabalhando antes profissionalmente com desenho, ou seja, não tendo um “currículo” de serviços prestados anteriormente, ou só com um portifólio ele pode conseguir o que quer?

    Muito obrigada pelas dicas valiosas 🙂

    Lenna

  4. CBrianM

    _valeu cara isso foi de grande ajuda.
    _se possivel poderia me passar umas dicas meu email: carlosbrian1s.m@gmail.com
    _tenho algumas perguntas e ficaria feliz se podesse me responder pelo email ou msn:
    _ carlos_brian.m@hotmail.com
    _valeu, até mais.

  5. CBrianM

    _ parece que o (anderline)não saiu:
    _ carlos(anderline)brian.m@hotmail.com

  6. gostei muito do seu blog adorei gostaria que desse uma olha no meu blog e tira sua opinião que o menino jesus abençoes seus trabalho e sua familia feliz nATAL

  7. sannayk

    Olá
    Preciso de uma ilustraçao para a capa de um ebook , como faço para encontrar um ilustrador que faça essa ilustraçao

  8. bom …. eu sempre desenhei des de pequena mas agora que estou acabendo os estudos estou pensando em uma faculdade mas que tenha ave com desenhos aah e tbm que ñ envolva matematica kkk,bom mas a pergunta e tem faculdade para desenho ???

  9. Bom eu não entraria nessa faixa de caricatura ou desenhos para agências publicitárias mas gostaria que você quando tivesse livre entrasse em contato comigo para ver meus desenhos e me dizer o q vc acha!
    Assim que vc estiver livre para ver entra em contato comigo.
    Facebook: http://m.facebook.com/weslei.monteiro.33?v=info&refid=17
    Twitter: @weslei_monteiro
    MSN: weslei1995@hotmail.com(uso mais para conversas)

    Bom enfim, assim que você ver e puder dar uma olhada no meu trabalho eu estarei esperando.

  10. Mariana linda

    Eu tenho 15anos ‘faco desenhos só olhando a foto. Mas eu gosto mesmo e de desenhar índios e chineses.gostaria de trabalhar com caricaturas (por exemplo em festa) .Responde ai quanto custa uma caricatura

  11. andre melega

    ola fabrizio, sou andré e desnhos desde que tenho 4 anos,eu adoro games e desenhar,gostaria de tarbalhar para uma empresa de games como ilustrador de roupas,gadjets,criaturas,veiculos,etc.ou aé mesmo com roteiristas.gostaria de saber se você tem alguma dica de como conseguir entrar para uma empresa.porque pelo oque eu sei, a ubsoft não sai por ai na internet com anuncios”prescizase de desenhista”como você sugere que eu sustente a possibilade de trabalhar com isso?

Deixe um comentário